Ordered List

22 de dezembro de 2008

FELIZ NATAL E UM ANO NOVO DE MUITA LUZ

Desejamos que o seu Natal seja de muita Paz e Amor.
E que Jesus continue iluminando e abençoando voce e toda sua família.

São os votos da família ECC CRISTO RESSUSCITADO
Grandes momentos do ECC em 2008



16 de dezembro de 2008

Padre Kleber lança novo CD


O novo CD do Padre Kleber, "O céu começa em você!" será lançado no dia 17 de dezembro, em Ribeirão Preto.
O evento acontece às 20h15, no Espaço Golf (Magic Gardens), no Anel Viário, Contorno Sul, saída 316), em Ribeirão Preto.
O traje é esporte fino.
Os ingressos podem ser adquiridos nos seguintes locais:
Casa Paroquial: (16) 3911-1599
Livraria Paulus (16) 3610-9203
Catedral Metropolitana (16) 3964-6814
Fonte: Arquidioceserp.org.br
* Padre Kleber é pároco da paróquia Jesus Misericordioso e Santa Edwiges, no bairro João Rossi, em Ribeirão Preto.

6 de dezembro de 2008

Cônego Arnaldo é homenageado em Missa jubilar

O Prefeito Welson Gsparini prestou homenagem ao Cônego Arnaldo (Foto site Prefeitura de Ribeirão Preto)

No último dia 05/12, Cônego Arnaldo Padovani, comomemou 65 anos de sacerdócio. A celebração foi realizada na igreja São Benedito, no bairro Higienópolis, e contou com uma benção especial dada pelo arcebispo de Ribeirão Preto, Dom Joviano de Lima Júnior. O prefeito Welson Gasparini, o Secretário Municipal da Cultura Corauci Sobrinho, Padres de outras Paróquias, amigos e muitos fiéis levaram os cumprimentos por tão expressiva data.

Cônego Arnaldo tem 89 anos de idade(nascido em 11 de Abril 1919 em Santa Rita do Passo Quatro) e é reconhecido e chamado amorosamente de Vigário Geral da Diocese de Ribeirão Preto. Famoso por batizar gerações e acompanhar várias delas em muitas fases: o batismo, a crisma, o casamento e as missas - de ação de graças pela longevidade - ou de despedida. Além de sua vida dedicada ao sacerdócio é também escritor e já publicou vários livros de pensamentos, mensagens cristãs e poesias, entre eles destaca-se "ESTOU PENSANDO".
Cônego Arnaldo é também Diretor Espiritual do ECC Arquidiocesano. A isso tudo ele atribui o dom generoso que chama de "amor de Deus".
"Deus é amor, o amor é amável, nós somos feitos à imagem e semelhança de Deus, quanto mais gente a gente ama, mais gente a gente é. Quanto mais gente ama a gente, mais gente a gente se sente, porque a gente se sente mais e mais a imagem de Deus, a gente sente mais amor." Frases de Cônego Arnaldo.
O Cônego
Um cônego (do latim canonĭcus pelo grego antigo de “regra”) é o sacerdote que vive sob uma regra, que o obriga a realizar as funções litúrgicas mais solenes na igreja catedral ou colegiada. O conjunto dos cônegos forma o Cabido (do latim Capitulus), ou seja, o colégio reunido sob uma mesma cabeça, um chefe ou superior. O Cabido seja catedralício ou colegial, é obrigado a ter seus estatutos próprios estabelecidos por legítimo ato capitular e aprovados pelo bispo diocesano. (Fonte:ribeiraopreto.sp.gov.br)

30 de novembro de 2008

CONFRATERNIZAÇÃO: CÍRCULO NOVA ALIANÇA COMEMORA CINCO ANOS DE ECC

Os casais: Toninho e Helena, Joaquim e Néia, Lara e Zeze,Julio e Claudia, Jamir e Sonia, Evaldo e Alice, Adolfo e Ana, Marcos e Mirian e Luciano e Lalá.
Em clima de festa e espiritualidade, o círculo Nova Aliança, comemorou, no último dia 28/11/08, cinco anos de ECC. A “festiva” , como é chamado pelos encontristas, foi realizada na residência do casal Luciano e Lalá, um dos pioneiros da Pastoral Familiar.

Este foi o primeiro círculo do ECC da Paróquia Cristo Ressuscitado. Os casais integrantes do círculo foram os responsáveis pela implantação do ECC na Paróquia. Deste círculo surgiram os primeiros coordenadores de círculos e Dirigentes do ECC Paroquial.
Louvamos a Deus por fazer parte desta grande família que é o ECC. E que Deus continue iluminando estes casais e fortalecendo a sua caminhada na fé, perseverança e amizade.

29 de novembro de 2008

SOLIDARIEDADE - SANTA CATARINA

Famílias em filas, aguardando as doações

As constantes chuvas que pairam sobre Santa Catarina, tem nos deixados muito tristes e preocupados. Muitas famílias perderam seus pertences e estão desabrigadas. E mais uma vez podemos ver a solidariedade de toda a sociedade brasileira, que vem unindo forças e organizando doações por toda a parte, para socorrer as vítimas daquele Estado. E em Ribeirão Preto tambem não é diferente, toda a sociedade está empenhada em ajudar. Condomínios, Associações, Empresas e Igrejas estão arrecadandos doações para serem enviadas para as vítimas desabrigadas de Santa Catarina. A Arquidiocese de Ribeirão está organizando doações de Alimentos e Água. As coletas poderão ser feitas nas Paróquias e na Catedral Metropolitana. Maiores informações no BLOG da Paróquia Cristo Ressuscitado-cristoressuscitadorp.blogspot.com ou no site da Arquidiocese-arquidioceserp.org.br

20 de novembro de 2008

DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA


O Dia Nacional da Consciência Negra nos remete, por um lado, a um passado que nos envergonha, pois traz à memória toda a atrocidade que significou a escravidão em nosso país e o fim trágico de muitos que a ela se opunham, como o líder Zumbi. Por outro lado, 20 de Novembro é a prova concreta de que a vitória se faz com perseverança e tenacidade. Urge, contudo, intensificar o trabalho de erradicação da discriminação e do preconceito ainda presentes, aberta ou veladamente, nas estruturas de nossa sociedade e no coração das pessoas.

Sejam as comemorações do Dia Nacional da Consciência Negra oportunidade das autoridades competentes reafirmarem seu compromisso na implementação de políticas afirmativas que tornem realidade a plena participação cidadã da população negra em nossa sociedade, inclusive com a regularização das terras Quilombolas.

Celebrado também na fé, esse dia se torne momento rico de nossa Igreja louvar e bendizer a Deus pela religiosidade que marca nossos irmãos e irmãs afro-brasileiros. O Deus de todas as etnias abençoe nossos irmãos afro-brasileiros!
Texto extraído da nota da CNBB, publicado em 20/11/08.

17 de novembro de 2008

É preciso aprender a ser feliz


O amor não nasce por geração espontânea e não morre de causas naturais

Criado à imagem e semelhança de Deus, que é amor, o ser humano nasceu para amar. Essa é sua vocação fundamental. Essa é a grande finalidade da existência humana. A partir dessa certeza absoluta, nasce uma premente necessidade: aprender a amar e a cuidar do amor. O amor não nasce por geração espontânea e não morre de causas naturais. A morte do amor é sempre conseqüência de um assassinato cometido pela negligência. O amor morre por eutanásia passiva, de tédio, porque não foi alimentado. Amor que não se alimenta não se renova.
O amor se aprende e, além disso, necessita de esforços, renúncias e sacrifícios. Para isso, é fundamental: começar sempre de novo, não ficar lembrando ofensas, ter respeito mútuo (fala, ação, gestos), dinamizar a vida conjugal, não discutir por bobagens, ter vida sexual saudável, educar a vontade: objetivo, determinação, persistência, ter senso de humor, superar os momentos difíceis, saber escutar, aprender a dialogar – adquirir a graça da comunicação, ter jogo de cintura, cortesia, tato, procurar agradar o outro, não viver num mundo de sonhos e de ideais angelicais, expulsar o pessimismo da vida e das palavras (críticas e acusações, opiniões pejorativas , danificar a imagem do outro, generalizações negativas, centralizar detalhes negativos e aumentá-los, antecipar- se no negativo...).
É preciso aprender a ser feliz. Amar é algo que ninguém nasce sabendo. Ninguém ama por geração espontânea. O amor verdadeiro exige aprendizado, treinamento, começo e recomeço. O lar cristão precisa ser uma escola onde se aprende a amar verdadeiramente. Esse aprendizado é impossível sem a vivência e a prática de uma espiritualidade conjugal encarnada. Espiritualidade conjugal é para ser vivida na carne, situada no tempo e no espaço. Podemos falar em espiritualidade conjugal exatamente porque foi o próprio Deus que, ao longo das páginas da Sagrada Escritura, se apropriou dessa imagem para expressar e manifestar seu infinito amor pela humanidade. O amor conjugal precisa ser anúncio explícito do amor apaixonado de Deus pela humanidade.
Não existe nenhum amor mais intenso e profundo do que o amor conjugal. O envolvimento amoroso de um casal é o mais pleno que existe, pois implica corpo, alma, coração, sentimentos, emoções, sangue e sonhos. Tudo isso porque Deus o fez instrumento de revelação do seu amor por nós.
A espiritualidade conjugal, e, como conseqüência, a espiritualidade familiar, tem a grande missão de ajudar o ser humano moderno a encontrar os caminhos para essa ajuda do Alto. A espiritualidade conjugal precisa ajudar no processo de compreensão e superação dos desafios modernos que se tornaram ameaças à fidelidade e à convivência. É preciso combater a cultura do provisório, compreender as diferenças entre homem e mulher, ajudar a criar estruturas de apoio à família, achar caminhos para vencer a idéia de que tudo é fácil, sem esforço, e que a vida pode ser vivida na superficialidade.
O cuidado pelo próprio amor deveria ser a mais importante missão de um casal cristão.



(Artigo extraído do livro “Seja feliz todos os dias” do saudoso Pe. Léo)
Pe. Léo

13 de novembro de 2008

ECC CRISTO RESSUSCITADO - ENCERRA O ANO COM PÓS-ENCONTRO.

Clique nas fotos para ampliá-las
O ECC da Paróquia Cristo Ressuscitado realizou no dia 12/11/08, o último Pós-Encontro deste ano. Este foi o primeiro Pós Encontro dos Casais que vivenciaram o V Encontro de Casais com Cristo, realizado em Setembro passado.
Fernando e Maria, casal Ligação Setorial do Setor 2, proferiu a palestra explicando aos novos casais as Diretrizes, Normas e fundamentação do ECC.
O ECC teve início em 1970, em São Paulo, idealizado pelo Saudoso Padre Afonso Pastore. Atualmente é uma realidade no Brasil inteiro, de norte a sul, de leste a oeste, estando presente e atuando em 223 (Arqui) Dioceses. Está estruturado nos 16 Regionais (divisão geográfica da CNBB). Segundo estatística do Conselho Nacional do ECC, até 2007 já foram realizados 78.089 encontros, com participação de 2.573.675 casais. Na arquidiocese de Ribeirão Preto são 31 Núcleo Paroquiais que realizam Encontro de Casais com Cristo anualmente. Na Paróquia Cristo Ressuscitado o ECC teve início em 2004 e já foram realizados 5 encontros.
OBJETIVOS PASTORAIS DO ECC
O Encontro de Casais com Cristo – ECC - é um SERVIÇO da Igreja para evangelizar a família, primeiro núcleo de inculturação e da evangelização, “Igreja Doméstica” e “santuário da vida”, e para despertar os casais para as pastorais paroquiais, devidamente integrados na Pastoral de Conjunto da (Arqui)Diocese. Maiores informações poderão ser encontradas no site do Conselho Nacional do ECC. http://www.ecc.conselhonacional.com.br/
Casais Pós-Encontro - Jose Antonio e Lena / Paulo e Nádia - clique nas fotos para ampliá-las
DA DESPEDIDA
Este último Pós-Encontro do ano, da Paróquia Cristo Ressuscitado, marcou também a despedida do Casal Jose Antonio e Lena, Dirigentes responsáveis pela pasta do Pós-Encontro da Paróquia, na gestão 2007 a 2008. A pasta do Pós-Encontro ficará, nos próximos dois anos, a cargo do Casal Dirigente Paulo e Nádia. Nossos parabéns ao casal Jose Antonio e Lena que conduziu maravilhosamente o Pós-Encontro nestes últimos dois anos e nossas orações para que o novo casal Paulo e Nádia seja abençoado pelo Cristo Ressuscitado nesta nova tarefa do ECC.

ECC Arquidiocesano de Ribeirão Preto realiza, no próximo ano, a terceira Etapa do Encontro de Casais com Cristo.

No Próximo ano, o ECC Arquidiocesano de Ribeirão Preto, realizará o 5º Encontro da 3ª Etapa para casais que estão engajados na espiritualidade do ECC. Segundo informações da Arquidiocese, a 3ª Etapa do ECC em Ribeirão Preto não era realizada ha 20 anos. E, em 2009, por determinação do Bispo Dom Joviano de Lima Jr, o Encontro da 3ª Etapa volta a ser realizado. De acordo com a estrutura do movimento, a “terceira etapa” vai propor aos casais uma reflexão profunda, séria e adulta do homem que vive numa sociedade cheia de injustiças, de opressão, de miséria, de egoísmo, de dominação e de marginalização; leva os casais a refletirem sobre a dignidade da pessoa humana, criada à imagem e semelhança de Deus, e seu relacionamento com os outros homens, bem como as injustiças sociais que o impedem de ser pessoa e viver como cristão; preparar os filhos para a realidade do dia-a-dia, para o ser e não para o ter." A Diocese divulgou que o “Encontro” será realizado nos dias 13 , 14 e 15 de março de 2009, no Colégio Ideal, localizado na Ribeirânia. Serão convidados 2 casais de cada uma das 31 Paróquias que tem ECC na Diocese.

20 de outubro de 2008

III BAILE DO ECC

Foi um sucesso o III baile do ECC, realizado dia 18/10/08, no salão da Paróquia Cristo Ressuscitado. A animação musical ficou a cargo do músico André que fez com que os participantes dançassem o tempo todo. Era alegria só. Encontreiros antigos estavam lá, abraçando os amigos, matando saudades, conhecendo os novos participantes. O evento contou com a presença dos casais que iniciaram o ECC em nossa Paróquia (os primeiros e eternos Dirigentes) e foi uma satisfação muito grande reunir novamente estes casais. O Baile do ECC não visa fins lucrativos, apenas oferecer um momento de descontração e confraternização entres os casais. E, mais uma vez, os organizadores e Dirigentes empenharam muito na realização deste evento que está se tornando o ponto forte de confraternização entre os casais encontristas de nossa paróquia. Parabens a todos os organizadores e participantes.




12 de outubro de 2008

Comemorações de Nossa Senhora Aparecida

Muitos fiéis participaram da Missa em comemoração ao Dia da Padroeira do Brasil(Nossa Senhora Aparecida) na Paróquia Cristo Ressuscitado. A Missa, presidida pelo Padre Marcos, também comemorou o Dias das Crianças. Neste ano, o gesto de doação das crianças se repetiu e muitas fizeram questão de doar o valor do seu presente para as obras assistências da igreja. A missa teve início com o canto do Hino Nacional e encerrada com a consagração a Nossa Senhora e bênçãos às crianças.

Após a missa das 10hs, a imagem da Santa foi levada em carreata pelas ruas do bairro. E as 18hs houve procissão com a imagem saindo da igreja Bom Pastor indo até a Igreja Matriz, onde foi realizada a Missa de encerramento das comemorações.

A SANTA APARECIDA

A História da padroeira do Brasil começou em 1717, quando três pescadores - Domingos Garcia, Filipe Pedroso e João Alves - tentavam pescar em um Rio Paraíba do Sul sem peixes. No Porto Itaguaçu, no dia 12 de outubro daquele ano, João Alves lançou a rede nas águas e pescou a cabeça de uma estranha imagem. Era a imagem de Nossa Senhora da Conceição, que a partir deste dia virou Nossa Senhora Aparecida. E, a partir da pesca, o que se viu foi uma fartura de peixes no Paraíba e o início de uma grande demonstração de fé, que se alastrou por todos os cantos do Brasil.

11 de outubro de 2008

Homenagem da Semana - "Maria Nossa Mãe".


MARIA PASSA NA FRENTE

Maria, passa na frente e vai abrindo estradas e caminhos. Abrindo portas e portões, casas e corações. A Mãe indo na frente, os filhos estão protegidos e seguem Teus passos. Ela os leva sob Sua proteção. Maria, passa na frente, resolve aquilo que somos incapazes de resolver. Mãe, cuida de tudo que não está ao nosso alcance. Tu tens poderes para isso. Vai Mãe, acalmando, serenando e amansando os corações. Vai acabando com o ódio e rancores, mágoas e maldições. Vai terminando com dificuldades, tristezas e tentações. Vai tirando seus filhos das perdições. Maria, passa na frente e cuida de todos os detalhes. Cuida, protege e ajuda a todos teus filhos. Maria, Tu és a Mãe e também a Porta do Céu. Vai abrindo o coração das pessoas e as portas nos caminhos. Maria, eu te peço, passa na frente e vai conduzindo, levando, ajudando e curando os filhos que precisam de Ti, ninguém pode dizer que foi decepcionado por Ti, depois de ter Te chamado e invocado. Só Tu, com o poder do Teu Filho, pode resolver as coisas difíceis e impossíveis, na minha vida. Portanto, peço Tua Santa proteção. Amem

5 de outubro de 2008

Dom Joviano participa do Sínodo dos Bispos em Roma

Teve início neste domingo, dia 5, em Roma, no Vaticano, a XII Assembléia Geral do Sínodo dos Bispos, que reunirá 253 padres sinodais, sob o tema “A Palavra de Deus na vida e na missão da Igreja”.
São cinco os bispos brasileiros que participam do Sínodo: Dom Odilo Pedro Scherer, convidado do papa para a secretaria especial e os eleitos pela CNBB, D. Geraldo Lyrio (presidente da CNBB), D. Walmor de Oliveira (Belo Horizonte) pela Comissão de Doutrina, D. Eugênio Rixen (Goiás), pela Catequese e D. Joviano (Ribeirão Preto), pela Liturgia.

O tema do Sínodo “A Palavra de Deus na vida e na missão da Igreja” será objeto de intervenções dos padres sinodais nas reuniões plenárias e será aprofundado nos grupos lingüísticos. No final, serão elaboradas as proposições a serem encaminhadas ao Santo Padre. Cabe a Bento XVI publicar uma Exortação Apostólica, recolhendo as sugestões do Sínodo.

Há um texto base, chamado Instrumentum Laboris, que indica as principais questões a serem estudadas:
1ª. O mistério de Deus que nos fala;

2ª. A Palavra de Deus na vida da Igreja;

3ª. A Palavra de Deus na missão da Igreja.
Espera-se com o Sínodo um amor crescente à Palavra que suscita a fé e alimenta a vida na comunidade eclesial. Palavra anunciada e celebrada na liturgia. Palavra que se torna fonte e alimento de toda ação missionária.

“A todos recomendamos preces especiais pelo XII Assembléia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos”.(Dom Joviano)
Fonte: Site Arquidiocese de Ribeirão Preto

ELEIÇÕES MUNICIPAIS: VOTE COM SABEDORIA E CORAGEM

Neste domingo(05/10/08) iremos às urnas depositar nosso voto para escolhermos aqueles que irão governar nossas cidades nos próximos quatro anos. Por isso, reflita bem e avalie o seu município, o seu estado, a tua nação. O que necessita nosso povo? O que macula nossos direitos de cidadania? Quais as causas da fome, da miséria, da violência e das drogas? Por que o peso dos impostos, a falta de moradia e saneamento, de saúde e educação? Quem elege os políticos corruptos? Seja o teu voto, não a expressão de tuas ambições individuais, e sim da compaixão aos mais pobres, de tua fome de justiça, de teu senso cívico, de teu projeto de Brasil para todos.

Nas eleições de hoje desconfie dos que trazem o olhar arrogante, o peito estufado, o salto alto. Não cometas o erro de dar teu voto a quem se compraz na companhia de ricos e poderosos e jamais beneficiou os que lutam pela sobrevivência. Nem aos pusilânimes, aos arrivistas e alpinistas sociais. Vote com sabedoria e coragem, e empenha-te pela vitória de teus candidatos.

Nas eleições de hoje se for nulo o teu voto, nula serão também as tuas queixas e estarás condenado à amargura cívica. À margem do processo político, teu protesto inócuo haverá de favorecer aqueles que mereciam ser banidos da vida política. À tua omissão eleitoral agradecerão os que se locupletam com recursos públicos, e promovem tráfico de influências, nepotismo e maracutaias.

Contudo, votar nas reformas que o Brasil tanto necessita, como a agrária, na redução do desemprego e na conquista do desenvolvimento sustentável, com plena soberania nacional, não serão os eleitos que te agradecerão, e sim teus filhos, as gerações futuras, pois por elas e nelas estarás votando.

26 de setembro de 2008

SER HUMILDE É SABEDORIA

Nestes últimos dias, recebemos muitas mensagens de amigos pelo êxito do V Encontro de Casais com Cristo. Para nós é muito gratificante saber que temos muitos amigos de verdade e que fala pelo coração e não pela boca. Desde o início de nossa caminhada no ECC só estamos colhendos bons frutos. Cada encontro é um sopro divino em nossas vidas. Queira Deus continuarmos nessa mesma Luz e nos fortalecendo cada vez mais os laços de amizades, fraternidade, humildade e de amor aos nossos irmãos.

SER HUMILDE É SABEDORIA

Seja sempre humilde. A humildade não é a maior, mas é a mais bela de todas as virtudes. Não se sabe de nenhuma pessoa humilde que não tenha sido querida por todos. Ao contrário, nenhum orgulhoso conseguiu ter amigos. Ser humilde é ter muito, como se não tivesse nada. É ter de aparecer preferindo se ocultar. É ser aplaudido, pedindo que se aplauda os outros. É pedir sempre desculpas por estar presente, mas nunca deixando de se apresentar como em um dever a cumprir. Seja humilde!

22 de setembro de 2008

V ENCONTRO DE CASAIS COM CRISTO, UMA BENÇÃO DE DEUS

Missa de encerramento do Encontro (Clique na foto para ampliá-la)
Sob a Luz do Espiríto Santo, a Paróquia Cristo Ressuscitado realizou no último final de semana o V Encontro de Casais com Cristo. Foram três dias (19, 20 e 21/09/08) em que a doação, a pobreza, a simplicidade, a alegria e a oração fizeram parte de nós em cada gesto, a cada momento, trazendo para nossos comportamentos o amor ágape ensinado por Jesus Cristo. Foi um verdadeiro trabalho de anjos. Os anjos, mensageiros de Deus, que fazem tudo sem se mostrar a nós, não para o seu engrandecimento, mas em favor de Deus. O Encontro contou com a presença de 34 casais que agora farão parte da grande família do ECC de nossa Paróquia.
No final do encontro os casais se emocionaram de alegria pela doação, humildade e espiritualidade dos casais que ficaram à suas disposições durante todo o Encontro e também pela grandiosidade que é o Encontro de Casais com Cristo. Dar os parabéns aos casais que encontraram Cristo em suas vidas é pouco. O ECC em suas vidas apenas iniciou. Muitas surpresas virão aos corações daqueles que se entregarem a Deus com confiança. Como uma criança confia em seus pais. As graças e bênçãos se multiplicarão. Basta fazer como Maria, a primeira cristã. "Guardemos tudo em nossos corações, meditando e vivenciando o Evangelho, que mais adiante colheremos os frutos do amor de Deus".
A Coordenação Geral deste V ECC foi do casal Joaquim e Néia e como dirigentes os casais: Alice e Osvaldo-Casal Montagem, Julio e Sueli-Casal Fichas, Jose Antonio e Lena-Casal Pós-Encontro, Paulo e Nádia-Casal Finanças e Luiz e Eneida- Casal Palestra; como Dirigente Espiritual Padre Marcos.
Na segunda-feira(22/09), Padre Marcos, apresentou o novo Casal Coordenador Geral(Jose Antonio e Lena), que irá Coordenar o VI Encontro de Casais com Cristo da Paróquia. Na oportunidade também foi apresentado a nova Equipe de Dirigentes que irão dirigir o ECC da Paróquia durante os próximos dois anos. São os casais: Marçal e Mary-Casal Montagem, Julio e Vera-Casal Fichas, Toninho e Sanae- Casal Palestra, Luciano e Renata-Casal Finanças e Paulo e Nádia-Casal Pós-Encontro. Nossos parabéns aos casais que estão deixando a dirigência, pelo bonito trabalho que realizaram durante estes dois anos e que Deus abençoe os novos Dirigentes e que Jesus lhes dê muita sabedoria, humildade e Discernimentos nesta missão de dirigir os trabalhos do ECC da Paróquia Cristo Ressuscitado.

ECC - A GRAÇA DE SERVIR A DEUS

Meus amigos, queremos aqui expor os nossos agradecimentos a Deus, por nos ter dado a graça de Coordenar o V Encontro de Casais com Cristo da Paróquia Cristo Ressuscitado. Agradecemos tambem por ter colocado ao nosso lado Equipes maravilhosas e tambem estes casais maravilhosos que vivenciaram o Encontro. Para nós foi uma graça muito grande ter contribuído nesta missão de JESUS CRISTO. Estamos com o coração e a consciencia tranquila pelo dever cumprido. Foi com simplicidade, mas com muito amor, dedicação e doação total. Quando somos chamados para qualquer missão de Deus, a resposta deve ser sempre SIM. O Senhor não se importa se você tem potencial ou não, a partir do momento em que Ele nos chama, todo o potencial vem d’Ele. Quem foi chamado só precisa responder a essa iniciativa amorosa de Deus, como Maria, que disse: “Eis-me aqui, faça-se a Tua Vontade”. Por isso louvamos a Deus por estes novos casais que farão parte desta grande família que é o ECC. Que Deus, com sua infinita bondade, abençoe a todos e que o CRISTO RESSUSCITADO ilumine seus caminhos.Amém.(Joaquim e Néia-Casal Coordenador Geral do V ECC) Vigília do V ECC

CLIPE - NOSSA MISSÃO

17 de setembro de 2008

V ENCONTRO DE CASAIS COM CRISTO

Acontece neste próximo final de semana, o V Encontro de Casais com Cristo. da Paróquia Cristo Ressuscitado. O tema deste Encontro é "Vinde, caminhemos à Luz do Senhor". Este tema nos traz muitas reflexões, principalmente neste mundo cercados de trevas e cegueiras espirituais. Milhões de pessoas vivem em imersas cegueiras espirituais e não conhece a Palavra de Deus, não conhece Jesus Cristo. Este Cristo que é a LUZ DO MUNDO! O ECC é um convite para encontrar o Cristo. Ele que veio há mais de dois mil anos instaurar o Reino de Deus entre nós, um novo tempo, novas relações humanas e um jeito novo de viver e amar. É justamente isto que Ele propõe, um redescobrir permanente do amor sacramento que nos une e revigora o sim a cada instante da vida. “Cada Encontro realizado é um sopro de vida nova, de renovação na família que é a base da Comunidade Igreja e a prioridade de todo trabalho Pastoral. O ECC é realizado despojado de toda vaidade e manias de competição e rivalidade, para seguir Jesus Cristo para qual a verdadeira grandeza consiste em despertar os mínimos e mais humildes serviços, com muito amor aos irmãos.
“A dignidade e a responsabilidade da Família Cristã como Igreja Doméstica só podem, pois, ser vividas com ajuda incessante de Deus, que não faltará, se implorar com humildade a confiança na Oração”.
João Paulo II, Familiaris Consórtio nº 59.



Ao Teu Encontro
Eliana Ribeiro

O meu coração tem sede de amar,
Vim ao teu encontro ansiosa em Te adorar!

Meu Deus, eu creio e adoro, espero e Te amo,
Por aqueles que não Te amam!

O Céu se faz presente aqui e olhas para mim
Por que me amas sem igual!
[2x]

15 de setembro de 2008

REFLITA BRASIL!

Está se aproximando as eleições municipais e é hora de refletirmos sobre as reais necessidades do nosso Povo. Reflita este video.

video

12 de setembro de 2008

"ENCONTRO POLÍTICO"

No próximo dia 18/09, as 20:00hs, será realizado, no salão paroquial da Igreja Matriz Cristo Ressuscitado, um Encontro com alguns candidatos a vereadores de Ribeirão Preto, para discutir o tema “Política a partir das necessidades reais”, com o apoio do Movimento Católico Comunhão e Libertação. Este encontro será uma forma de conhecermos as propostas de nossos candidatos e ajudar-nos a reconhecer a ação política como um importante instrumento em favor da vida e da caridade, exercido no âmbito institucional por um agente político que pertence e representa um povo. Política não é só o que os políticos fazem, mas tudo que fazemos juntos para construir o nosso bem e o bem de todos. Clique nas imagens abaixo para ampliá-las



10 de setembro de 2008

SETEMBRO, MÊS DA BÍBLIA



Tua Palavra é lâmpada para os meus pés e luz para o meu caminho!” (Salmo 119,105)



Setembro é o mês da Bíblia. Este mês foi escolhido pela Igreja porque no dia 30 de setembro é dia de São Jerônimo (ele nasceu no ano de 340 e faleceu em 420 dC). São Jerônimo foi um grande biblista e foi ele quem traduziu a Bíblia dos originais (hebraico e grego) para o latim, que naquela época era a língua falada no mundo e usada na liturgia da Igreja.
A Bíblia é hoje o único livro que está traduzido em praticamente todas as línguas do mundo e que está em quase todas as casas. Serve de “alimento espiritual” para a Igreja e para as pessoas e ajuda o povo de Deus na sua caminhada em busca de construir um mundo melhor.

“Toda Escritura é inspirada por Deus e é útil para ensinar, para argumentar, para corrigir, para educar conforme a justiça ” (2Tm 3,16). A Bíblia foi escrita por pessoas chamadas e escolhidas por Deus e que foram inspiradas através do Espírito Santo. Ela revela o projeto de Deus para o mundo; serve para que todos possamos crescer na fé e levar uma vida de acordo com o projeto de Deus. Por isso, ela é a grande “Carta de Amor” de Deus à Humanidade.

A Palavra de Deus nos revela o rosto de Deus e seu mistério. Ela é a história do Deus que caminhou com seu povo e do povo que caminhou com seu Deus. A Bíblia tem uma longa história, desde nossos pais e mães da fé (Abraão e Sara, Isaac e Rebeca, Jacó Lia e Raquel) passando por Moisés, pelos Profetas, até a vinda do Messias, e por fim a morte do último dos Doze Apóstolos quando foi escrito o último livro da Bíblia (o Apocalipse, escrito no final do I século). A Palavra de Deus demorou em torno de dois mil anos para ser escrita. Muitas pessoas fizeram parte desta história: homens, mulheres, crianças, jovens, anciãos... Por isso, podemos dizer que a Bíblia é um livro feito em mutirão.
Passaram-se os tempos, os anos, mudaram muitas coisas, impérios cresceram e caíram, tantas idéias foram superadas, mas a Palavra de Deus continua “viva e eficaz” (Hb 4,12), pois “ela permanece para sempre” (1Pd 1,25). Embora o mundo busca outros caminhos, sempre existiram pessoas e comunidades que foram fiéis, que buscaram nas Palavras Sagradas a fonte para sua inspiração, para continuar vivendo e realizando o projeto de Deus.

Mais do que história, a Bíblia é portadora de uma mensagem. Ela é capaz de denunciar e anunciar. Ela denuncia as injustiças, os pecados, as situações desumanas, de pobreza, exploração e exclusão em que vivem tantos irmãos nossos. Foi isso que fizeram os Profetas e também Jesus Cristo em algumas ocasiões, pois toda situação de injustiça e pecado é contrária ao projeto de Deus. Mas a Bíblia é, sobretudo, um livro de anúncio. Ela proclama a boa notícia vinda de Deus: Ele nos ama e nos quer bem! Ele é o Deus que caminha conosco, que está ao nosso lado e nos dá força e coragem! Foi Deus que enviou ao mundo seu Filho Jesus Cristo. Ele veio nos trazer a Boa Notícia do Reino; veio nos trazer a Salvação, o perdão dos pecados. É através da fé em Jesus Cristo que nos tornamos filhos de Deus.

Na Bíblia encontramos textos para as diversas situações da vida. Ela ajuda a fortalecer a nossa fé; é útil na nossa formação, nos momentos de crises e dificuldades, na dor, na doença ou na alegria... Para todas as realidades encontramos textos apropriados.

Todos podemos e devemos ler, estudar e conhecer a Palavra de Deus. É certo que na Bíblia encontramos alguns textos difíceis. A Bíblia mesmo diz isso (veja 2Pd 3,16¸ At 8,30-31; Dn 9,2; etc). Certas passagens foram escritas dentro de uma realidade diferente da nossa. Precisam ser interpretadas e atualizadas. Por isso, quando não entendemos um texto, é melhor passar adiante, buscar outra passagem. O Pe. Zezinho nos ensina cantando: “Dai-me a palavra certa, na hora certa, do jeito certo e pra pessoa certa”. É recomendável fazer um curso, uma Escola Bíblica ou estudar em grupos. Tudo isso ajuda a entender melhor a Bíblia.

Na verdade, todo mês devia ser Mês da Bíblia; todo dia devia ser Dia da Bíblia. Por isso, a Bíblia não pode ser apenas um ornamento em nossa casa. A Palavra de Deus deve ser o nosso alimento de cada dia e buscar nela o sustento para a nossa vida.
.
Termino lembrando um texto bonito de São Paulo: “Tudo o que se escreveu no passado foi para o nosso ensinamento que foi escrito, afim de que, pela perseverança e consolação, que nos dão as Escrituras, tenhamos esperança” (Rm 15,4). Que neste mês da Bíblia, a Palavra que vem da boca de Deus nos anime, dê força e coragem e com isso sejamos cristãos da Esperança!

Alguns conselhos práticos para quem quer ler, conhecer e viver segundo a Bíblia:

1) Pedir sempre ajuda ao Espírito Santo, isto é, iniciar sempre com uma oração;
2) Começar pelos livros e textos mais fáceis, ou seja, os Evangelhos, Atos dos Apóstolos...;
3) Ler e meditar um texto por dia (não é a quantidade que importa, mas a qualidade);
4) Procurar descobrir o contexto em que o texto foi escrito, ou seja: por que e para quem o texto foi escrito;
5) Anotar na sua Bíblia os textos que mais chamam a atenção;
6) Quando encontrar textos difíceis, passar adiante, deixar estes textos para quando participar de um curso ou quando encontrar pessoas que podem ajudar a explicar;
7) Atualizar o texto para hoje: colocá-lo em prática na vida. Celebrar e rezar a Bíblia e a vida. Viver a Palavra!

Escrito por Frei Ildo

Fonte: http://www.catolicanet.com/?system=news&action=read&id=46259&eid=301

Paz e Bem!

9 de setembro de 2008

ESSA É A NOSSA IGREJA(CATÓLICA)

8 de setembro de 2008

SIMPÓSIO DO V ECC

No último dia 06/09, os casais encontreiros da Paróquia Cristo Ressuscitado, participaram do Simpósio em preparação ao V Encontro de Casais com Cristo, que será realizado nos próximos dias 19, 20 e 21/09/08. Foi um grande momento de reflexão Geral entre todas as equipes que participarão do encontro. O Encontro de Casais com Cristo (ECC) é um trabalho religioso voltado a casais e à instituição do matrimônio. Teve início em 1970, na cidade de São Paulo, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, na Vila Pompéia. Seu fundador foi o Pe. Alfonso Pastore.
Até 2007 o ECC estava estruturado em 16 regionais de 223 (arqui)dioceses. Até 2007, já participaram dos ECC mais de dois milhões de casais em todo o Brasil. Na Paróquia Cristo Ressuscitado de Ribeirão Preto, o ECC teve início em 2004. As fichas do encontro poderão ser retiradas junto a Secretaria da Paróquia ou com o casal Julio e Sueli, fone 3629- 9556. Clique nas fotos para ampliá-las




27 de agosto de 2008

I CAMPEONATO DE FUTEBOL SOCIETY

Com o objetivo de aproximar mais os jovens de nossa comunidade, a Paróquia Cristo Ressuscitado, promoveu no último dia 24/08, no Recreio Internacional, o I Campeonato de Futebol Society "Cristo Ressuscitado". O evento contou com a participação de 50 jovens de 12 a 21 anos de idade. A organização do campeonato foi dos casais do ECC e contou com a presença de pais e amigos dos jovens. Após os jogos houve uma grande confraternização entre todos os presentes. No encerramento houve premiação para os times vencedores, com entrega de medalhas e troféus. Padre Marcos, o grande incetivador do torneio, agradeceu a todos os participantes e colaboradores do evento, destacando a importância de promover sempre a integração entre os jovens de nossa comunidade. Não queremos citar aqui nomes dos campeões, pois achamos que todos foram vencedores pelo espírito esportivo e de integração entre amigos. Nossos desejos que todos sejam campeões na fé, na humildade, na perseverança e que sigam vitoriosos nos caminhos iluminados pelo Cristo Ressuscitado. Clique nas fotos para ampliá-las
Abertura com consagração à Nossa Senhora.
Momento de oração, na abertura do torneio.
Pe Marcos entrega as medalhas à equipe vice -campeã, categoria de 12 a 14 anos.
A equipe vencedora da categoria de 15 a 21 anos

25 de agosto de 2008

CONHEÇA O ECC

O QUE É O ECC?
O Encontro de Casais com Cristo – ECC – é um serviço da Igreja, em favor da evangelização das famílias. Procura construir o Reino de Deus, aqui e agora, a partir da família, da comunidade paroquial, mostrando pistas para que os casais se reencontrem com eles mesmos, com os filhos, com a comunidade e, principalmente, com Cristo. Para isto, busca compreender o que é "ser Igreja hoje" e de seu compromisso com a dignidade da pessoa humana e com a Justiça Social. A evangelização do matrimônio e da família é missão de toda a Igreja, em que todos os fiéis devem cooperar segundo as próprias condições e vocação. Deve partir do conceito exato de matrimônio e de família, à Luz da Revelação, segundo o Magistério da Igreja (Orientações pastorais sobre o matrimônio – CNBB Doc. Nº 12) (DN-pág. 13)

COMO NASCEU?
Nasceu da inquietude de um sacerdote (Pe. Alfonso Pastore) que dedicou sua vida sacerdotal à Pastoral Familiar, à Pastoral da Saúde e à Pastoral Carcerária. Teve início em 1970, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, na Vila Pompéia, em São Paulo-SP. Como disse textualmente o seu fundador: "Começou porque Deus quis, e a presença e atividade do ECC no Brasil são a prova da ação de Deus na humanidade"

O ECC HOJE

O ECC atualmente é uma realidade no Brasil inteiro, de norte a sul, de leste a oeste, estando presente e atuando em 223 (Arqui)Dioceses. Está estruturado nos 16 Regionais (divisão geográfica da CNBB).
O ECC contribui de forma efetiva para que as famílias se constituam como“Igrejas Domésticas”,“Formadoras de Pessoas”,“Educadoras na Fé” e“Promotoras do Desenvolvimento”,tendo seu lugar insubstituível no anúncio e vivência do Evangelho,pois o “FUTURO DA HUMANIDADE PASSA PELA FAMÍLIA”. OBJETIVOS PASTORAIS DO ECC O Encontro de Casais com Cristo – ECC - é um SERVIÇO da Igreja para evangelizar a família, primeiro núcleo de inculturação e da evangelização, “Igreja Doméstica” e “santuário da vida”, e para despertar os casais para as pastorais paroquiais, devidamente integrados na Pastoral de Conjunto da (Arqui)Diocese.

DESENVOLVIMENTO

O ECC foi idealizado pelo Pe. Alfonso Pastore para ser desenvolvido em três etapas distintas, indispensáveis, inter-relacionadas entre si, cada uma com características e finalidades próprias. Uma etapa prepara a outra e deve ser observada a partir de um crescimento de seus integrantes e de sua comunidade.
1ª ETAPA
É o momento evangelizador e missionário, é o despertar, é o chamamento aos casais afastados da Igreja. Esta etapa visa, principalmente: despertar os casais para que vivam seu casamento de uma maneira cristã, a partir dos valores humanos e cristãos do casamento, das graças do Sacramento do Matrimônio e da Espiritualidade Conjugal, Familiar e Apostólica; inspirar um maior relacionamento entre os cônjuges e demais membros da família; levar os casais da paróquia a atuar nos seus diversos setores, abrindo-lhes possibilidades de doação e, por meio do Pós-Encontro, dar-lhes motivação para se engajarem; criar a convivência fraterna nas paróquias como o grande apelo, a grande missão do ECC.

• 2ª ETAPA
Esta etapa pretende levar o casal a refletir sobre o verdadeiro sentido da fé batismal, para que ele viva plenamente a mensagem de Jesus Cristo; visa ainda a dar conhecimento aos casais dos Documentos da Igreja e das Diretrizes da Ação Evangelizadora, mostrando, finalmente, o que é “ser Igreja no mundo de hoje”.
• 3ª ETAPA
Esta etapa vai propor aos casais uma reflexão profunda, séria e adulta do homem que vive numa sociedade cheia de injustiças, de opressão, de miséria, de egoísmo, de dominação e de marginalização; leva os casais a refletirem sobre a dignidade da pessoa humana, criada à imagem e semelhança de Deus, e seu relacionamento com os outros homens, bem como as injustiças sociais que o impedem de ser “pessoa” e viver como cristão; preparar os filhos para a realidade do dia-a-dia, para o “ser” e não para o “ter”.

ESPÍRITO DO ECC

O ECC é um serviço-escola. Não é um movimento. Não visa prender a si os casais, nem os casais devem querer ficar presos ao ECC. Apresenta-se como um “SERVIÇO DA IGREJA ÀS FAMÍLIAS DA PARÓQUIA”. É essencialmente paroquial. Esta é a característica fundamental. Pe. Alfonso Pastore chega a dizer que “quem lhe retirar essa característica (paroquialidade) arranca-lhe a alma”.
O ECC é feito de casais para casais. É ainda um serviço que procura apresentar aos casais uma visão da Igreja, por meio de seus Documentos e Encíclicas, e de sua Doutrina Social. Espiritualidade - É a tônica do ECC e se fundamenta em 5 pontos básicos:
a) DOAÇÃO – essência da vida cristã;
b) POBREZA – atitude evangélica fundamental para se colher o Reino de Deus;
c) SIMPLICIDADE – atitude que se traduz num estilo simples, espontâneo e autêntico no relacionamento com os outros.
d) ALEGRIA – nasce da certeza da vitória do bem e é experimentada no encontro, na partilha, na doação, na comunhão com o outro.
e) ORAÇÃO – é uma relação pessoal do homem com Deus em Jesus Cristo.
Juntam-se as estes valores a FRATERNIDADE, a GRATUIDADE e a MISSIONARIEDADE.
Saiba mais sobre o fundador do ECC no Brasil
O fundador do Encontro de Casais com Cristo – ECC – no Brasil foi o padre Alfonso Pastore. Nascido em Soledade, pequeno município ao norte do Rio Grande do Sul, em 8 de novembro de 1932, era o quinto filho de uma família de sete irmãos. Seus pais, José Pastore e Maria Ranzolim Pastore, eram agricultores e muito religiosos.
Ainda criança, sua família mudou-se para Iomerê, SC. Encorajada pelos pais, a única filha do casal decidiu ser freira. Com a irmã no Juvenato, aos 14 anos, Alfonso foi para o Seminário Camiliano de Iomerê, também com o apoio dos pais.
Dois anos depois, foi cursar o ginásio em São Paulo, na Vila Pompéia. O noviciado foi feito em Jaçanã, distrito de São Paulo. Foi então que conheceu um padre francês, com quem aprendeu o valor da preparação religiosa de namorados e noivos. Conviveu também com o casal Moncau e Nancy, das Equipes de Nossa Senhora, e com o casal Solero e Lia, animadores do Movimento Familiar Cristão (MFC) em toda São Paulo.
Depois de um ano em Jaçanã, ingressou no curso de Filosofia e, três anos depois, no curso de Teologia, em São Paulo. No 4º ano de teologia, foi ordenado Padre, no dia 29 de junho de 1958. De volta ao sul do país, no Paraná, Padre Alfonso dedicou-se à Pastoral Familiar e acompanhou o surgimento da Pastoral da Criança, na Diocese de Londrina.
Em abril de 1970, voltou a São Paulo, para a paróquia de Nossa Senhora do Rosário, em Vila Pompéia, onde se dedicou a organizar os grupos do Movimento Familiar Cristão (MFC) e as Equipes de Nossa Senhora. A partir deste trabalho, sentiu a necessidade de desenvolver um trabalho mais forte com as famílias. Levou a idéia do ECC ao Frei Lucas Moreira Neves, então Cardeal, Prefeito da Sagrada Congregação dos Bispos, o terceiro homem na hierarquia da Igreja e Assistente Estadual do MFC. Frei Lucas pediu-lhe que levasse tal idéia ao Frei Gorgulho, assessor bíblico de Dom Arns, na época, Arcebispo de São Paulo. A resposta de Frei Gorgulho chegou 20 dias depois: "Deus abençoe a proposta".
E assim, no mês de abril de 1970 foi realizado o 1º Encontro de Casais com Cristo, na Paróquia Nossa Senhora do Rosário, na Vila Pompéia, com a presença de 20 casais. De São Paulo, o ECC foi para o Rio de Janeiro, expandindo-se para todo o país.
Padre Alfonso foi também provincial da Ordem Camiliana no Brasil. Em São Paulo, atuou na formação de seminaristas e foi capelão de hospitais. Depois iniciou seu trabalho como padre diocesano. Atuou em Vitória-ES, Paracatu-MG, Arinos-MG, dentre outras comunidades. Trabalhou com menores de rua, mães solteiras, atendia leprosários, manicômios, sanatórios psiquiátricos e presos. Além disso, publicou 16 livros, dos quais se destacam “Eu também não acreditava no amor e no poder de Jesus”, “Acolhimento”, “O Iníquio Sistema Carcerário” e “Missa de Cura e Testemunho”.
Por onde passou, Padre Alfonso deixou saudade do seu costumeiro "Viva", marcado de fé, dedicação, esperança e amor. Morreu em 2000, em Vitória, ES, aos 67 anos, às vésperas do ECC completar 30 anos, em 17 de março de 2000, devido a um câncer generalizado.
Biografia baseada no livro de Pe. Alfonso Pastore, “Construir a Fraternidade: o grande desafio. Onde está a fraqueza da Igreja”, e no texto de Éber e Vânia (Secretaria Nacional do Encontro de Casais com Cristo do ano 2000).
Frases de Padre Alfonso Pastore sobre o ECC:
• “O ECC em sua primeira etapa tem a missão de procurar os casais abandonados, amá-los, posicioná-los, dar-lhes uma visão de sua razão de ser como célula vital da humanidade, abrir-lhes um caminho de comunhão fraterna na comunidade paroquial e possibilitar-lhes a corresponsabilidade no serviço e nas estruturas de trabalho.”
• “O Espírito do ECC é a simplicidade, a doação, a oração, a pobreza, a humildade. Este é o caminho de Cristo, de São Francisco. Este é o caminho que liberta o coração e possibilita a fraternidade, que é o sinal do Reino do Pai.”
• “O ECC é paroquial. Esta é a sua característica vital. Quem tira esta característica, arranca-lhe a alma.”
• “A missão do ECC é atingir todos os casais residentes dentro dos limites paroquiais. Intelectuais, analfabetos, carentes, proprietários, pobres e ricos. Todos juntos, participando do mesmo Encontro. Esta é a missão do ECC; esta é a sua característica; este é o sinal de que é Igreja.”
• “O grande apelo, a grande dimensão do ECC é criar a convivência fraterna nas paróquias. Esta deve ser a tônica da luta em todos os anos.”
• “A Espiritualidade é a tônica do Encontro de Casais com Cristo. O ECC busca dar sua contribuição para que as famílias vivam melhor seu casamento, auxiliando-as no relacionamento marido e mulher e no relacionamento com seus filhos.”
• “O casal participa do ECC não apenas para servir nos outros encontros, mas para viver uma vida familiar cristã, assumir tarefas na Comunidade, integrando-se totalmente na Pastoral Paroquial, principalmente na Pastoral Familiar da Paróquia, e ser um instrumento de Deus na Sociedade.”
• “O ECC é um serviço à família, feito por casais para casais.”
• “Lembremos que o ECC é um serviço à pastoral paroquial e como tal deve estar inserido na vida da paróquia e assumir a problemática da paróquia.”
• O ECC é realizado em nível paroquial e tem orientação Nacional, Regional e Arquidiocesana.”
• “O ECC, com sua participação, está contribuindo para que as famílias se tranformem em ‘Igrejas Domésticas’, em formadoras de pessoas, educadoras na fé e promotoras do desenvolvimento, tendo um lugar insubstituível no anúncio e vivência do Evangelho, construindo o Reino de Deus, aqui e agora.”

12 de agosto de 2008

ORAÇÃO PELA FAMÍLIA -(Semana da Família)

Senhor Deus! Abençoe os pais na sua sublime missão na família. Que todos eles sejam colaboradores teus, fazendo da sua vida e missão uma doação total. Que eles sejam sensatos, humildes, carinhosos e sábios. Abençoe todas as mães. Que elas tenham muita força e sabedoria para sempre ser o templo da vida e do amor que vem de ti. Abençoe todos os filhos e filhas. Que eles aprendam com a sabedoria e a vida dos seus pais. Que sejam humildes, simples, compreensivos. Que todas as famílias sejam abençoadas, protegidas, iluminadas, fortalecidas. Nas quedas, dai força; Na dor, serenidade; No deserpero, esperança; Na dúvida, fé; Em todos os momentos, muita sabedoria, amor e paz. Abençoe nossas famílias Senhor Deus! Que elas sejam o verdadeiro templo da vida, do respeito, da amizade. Que em todos os lares reine a harmonia e a felicidade. Que ninguém vá dormir sem dar e receber o perdão. Que nenhuma família conheça a traição, a desunião, o ódio. Ilumine todas as nossas famílias! Amém.
video

11 de agosto de 2008

Família, muito mais que um conjunto de pessoas



A família é muito mais do que um simples grupo de pessoas, unidas de qualquer jeito, e vivendo juntas na mesma casa. É muito mais do que isso, ela é a “célula mãe” da humanidade. Quando Deus quis que a humanidade existisse, a projetou baseada na família; por isso ela é sagrada. Não foi um Papa, um Bispo ou um Cardeal que a instituiu, mas o próprio Deus, para que ela fosse o berço e o escudo de proteção da vida humana na terra. Marcada pelo sinete divino, a família, em todos os povos, atravessou os tempos e chegou até nós no século XXI. Só uma instituição de Deus tem esta força. Ninguém jamais destruirá a força da família por ser ela uma instituição divina. Para vislumbrar bem a sua importância basta lembrar que o Filho de Deus, quando desceu do céu para salvar o homem, ao assumir a natureza humana, quis nascer numa família.O Papa João Paulo II, na “Carta às Famílias”, chamou a família de “Santuário da vida” (CF, 11). Santuário quer dizer “lugar sagrado”. É ali que a vida humana surge como de uma nascente sagrada e é cultivada e formada. É missão sagrada da família guardar, revelar e comunicar ao mundo o amor e a vida.Na visão bíblica, homem e mulher são chamados a – juntos – continuar a ação criadora de Deus e a construção mútua de ambos, gerando os seus filhos amados.Podemos resumir toda a grandeza, importância e beleza da família, nas palavras do saudoso Papa João Paulo II, na Encíclica Evangelium Vitae: "No seio do 'povo da vida e pela vida', resulta decisiva a responsabilidade da família: é uma responsabilidade que brota da própria natureza dela - uma comunidade de vida e de amor, fundada sobre o matrimônio - e da sua missão que é 'guardar, revelar e comunicar o amor'” ( FC,17).Muito mais do que um simples grupo de pessoas, unidas de qualquer forma e vivendo juntas, a família, o berço da humanidade segundo o desejo de Deus; é o fruto da união de um homem e de uma mulher, unidos pelo matrimônio e pelo amor para sempre, vivendo a fidelidade, indissolubilidade e gerando os filhos de Deus.Felipe Aquino felipeaquino@cancaonova.com

10 de agosto de 2008

HOMENAGEM AOS PAIS


Pai!! Pai nosso de todos os dias, imagem e semelhança daquele lá do céu. Um ser especial, um companheiro fiel....
Fonte de amor, de esperança e de sabedoria! Tudo que sabemos e somos, aprendemos contigo. Ensinaste-nos dando exemplos, fazendo! Assim crescemos, fazendo e aprendendo, sempre vendo em ti um modelo, um amigo. De ti trazemos no sangue e nos nomes, gotas e pedacinhos, verdadeiros símbolos de amor e de carinho, que se integraram à nossa vida, fazem parte do nosso ser, pai é mais que missão, é exercício pleno do amor, através da entrega e da doação. É dar a própria vida, para que os filhos possam viver! Pai, obrigado (a) pela VIDA!
Esta mensagem recebi na missa dos Pais(Paróquia Santa Luzia de Uberaba), e quero colocar aqui em homenagem a todos os pais de nossa comunidade.

PAI...

4 de agosto de 2008

Homenagem ao Dia do Padre

Ser padre é ser abençoado e verdadeiramente escolhido por Deus. Sem dúvida nenhuma, somente alguém que tem Deus ao seu lado é capaz de realizar tantos feitos como celebrar a Eucaristia, pregar o Evangelho, acolher os pecadores, orientar e acompanhar como somente um pai pode fazer. Um pai espiritual dado pelo Senhor para nos guiar no caminho da salvação. Ser padre não é uma tarefa fácil! Deixar tudo é entregar-se completamente nas mãos do Senhor pede vocação, força e fé. Muita fé. O padre é um ser humano sujeito a tentações, fraquezas e também emoções e sentimentos. É claro que, em alguns casos, nem sempre os limites humanos são superados, mas a graça divina e a oração constante são a melhor ajuda para os momentos de dificuldade. O padre precisa de nós tanto quanto nós dele. Precisa do nosso apoio, colaboração e compreensão; precisa do nosso amor, da nossa amizade e de nossas orações. Precisa que rezemos pedindo que Deus o santifique, ampare e console nos instantes de fraqueza; que Deus lhe dê animo e coragem para seguir confiante e com alegria em sua missão. Este dia deve ser repleto de agradecimentos e louvor pelo padre que temos. Deve ser o dia de um abraço caloroso e fraternal, de um ‘muito obrigado’ sincero e de festa. Ter um padre em nossas comunidades é uma benção de Deus e isto precisa ser celebrado com muito amor e alegria. Felicidades a todos os padres, especialmente ao nosso Pároco Pe Marcos Candido. Que Deus sempre os abençoe e guarde, hoje e sempre.

28 de julho de 2008

"ARRAIÁ" DO V ENCONTRO DAS FAMÍLIAS

Como já era esperado, o “arraiá” do V Encontro das famílias, realizado no último dia 26 de julho, na Paróquia Cristo Ressuscitado, foi sucesso total. O evento é realizado com o objetivo de promover um momento de confraternização e descontração às famílias que estão sempre prontos para os trabalhos pastorais de nossa Paróquia. Vestidas a rigor as famílias reuniram-se nas dependências do Salão Paroquial e o “arraiá” foi completo: muita animação, música, dança da quadrilha, pipoca, quentão, doces típicos de festa junina, bingo, bate papo gostoso entre os participantes e, é claro, muita gargalhada com a criatividade de cada um nos trajes e na dança da quadrilha. O animador da quadrilha foi o Padre Marcos, que com muito êxito tem sempre realizado grande integração entre as famílias da comunidade. A confraternização trouxe famílias e pessoas de diferentes idades, além da presença de muitos jovens. Foi apresentado, num telão, um vídeo com fotos dos eventos realizados na Paróquia nos últimos dois anos. Um momento de rever e divulgar os trabalhos realizados pelos paroquianos de nossa comunidade. A organização deste evento é de responsabilidade dos casais do ECC e este ano contou com a colaboração do grupo de jovens de nossa paróquia. Parabéns a todos pelo bonito trabalho realizado.
Clique nas fotos para ampliá-las.



 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Best WordPress Themes